Make your own free website on Tripod.com

Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Vara Cível Comarca de____________________________

 

 

 

____________________________, empresa industrial estabelecida nesta cidade, na rua _________________________ n°___, por seu procurador que esta subscreve (Doc. l), vem à presença de V, Exa para promover a presente

 

AÇÃO DE DESPEJO

 

 contra ___________________________________, brasileiro, casado, industriário, domiciliado e residente nesta cidade, na rua ______________________, n° _____, face às seguintes razões:

 

1.      A empresa Suplicante, é proprietária do apto. residencial localizado na parte superior do prédio onde a mesma funciona;

 

2.      O referido apartamento foi locado para o Suplicado acima qualificado, por força da função que o mesmo exercia na empresa, pelo valor de R$ _____________ mensais, conforme determina o contrato de trabalho incluso (Doc. 2);

 

3.      Em razão da rescisão de contrato de trabalho firmado pelas partes, a Suplicante notificou o Suplicado para desocupar o imóvel no prazo de 30 dias, conforme determina a lei (Doc. 3);

 

4.      Sucede que, o mesmo tendo sido notificado e expirado o prazo acima mencionado, o Suplicado permanece ocupando o imóvel, negando-se a desocupá-lo, sem motivo justificado.

 

 

Face ao exposto, e com fundamento no art. 47, II, da Lei n° 8.245, de 18/10/91, requer.

 

a) a citação do Réu para, querendo, contestar a presente ação, sob pena de revelia e confissão;

 

b) o depoimento pessoal do réu;

 

c) a produção de prova testemunhal;

 

d) a condenação do Suplicado a desocupar o imóvel e à condenação nas custas, despesas processuais e honorários advocatícios na base de 20ib sobre o valor da causa.

 

 

Dá-se à presente o valor de R$ _____________

 

N. Termos

P. Deferimento

 

_____________, _____ de ___________________ de 19________

 

Advogado(a)

OAB: _______________________

 

Notas:

1. Constituem documentos probatórios:

a) cópia da rescisão do contrato;

b) cópia da notificação;

c) prova testemunhal.

2. Valor da causa: três salários vigentes por ocasião do ajuizamento.