Make your own free website on Tripod.com

Ação Cautelar de Sequestro de Bens do Casal (CPC, art. 822, III)

 

Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões

 

 

 

 

 

 

 

 

                                               ARITANA SILVEIRA, brasileira, casada, psicóloga, residente e domiciliada na avenida Florianópolis, nesta cidade, por seu procurador (doc. 1), ao final firmado, com endereço profissional na avenida Rocio, n. 833, sala 44, também nesta cidade, vem perante esse Juízo propor

 

                                               AÇÃO CAUTELAR DE SEQUESTRO

 

contra SEBASTIÃO ROLLA SILVEIRA, brasileiro, casado, fazendeiro, ora residindo na Estrada Joari, km. 21, Estância Morena, neste município e Comarca, pelo que passa a expor, e, ao final, requer:

 

                                               1. Enfrenta processo de separação, de fato, de seu marido, o requerido, já tendo obtido desse Juízo, separação de corpos, conforme processo n. 9882/95 - certidão anexa (doc. 2).

 

                                               Possuem, em conjunto, propriedade rural (doc. 3), para onde se mudou o requerido, e onde vive atualmente.

 

                                               O requerido cria gado de corte, havendo na propriedade rural, mais de 350 bovinos, conforme censo realizado no mês de setembro último, pelo Sindicato Rural (doc. 4).

 

                                               2. Desde a separação, no entanto, o requerido vem vendendo os animais sem qualquer satisfação à requerente, diminuindo o patrimônio que é comum, com total desrespeito a seus direitos.

 

                                               A manada já está reduzida em aproximadamente 20%, não sendo esta a época própria para a venda de gado de corte, como refere a reportagem do Jornal Rural desta semana (doc. 5).

 

                                               3. De nada adiantaram os argumentos e os apelos feitos pela requerente e seu  advogado, mantendo o requerido o procedimento danoso ao patrimônio, de forma que vem a este Juízo pleitear medida cautelar que proteja seus direitos futuros.

 

                                               Possui local para recolher os animais, na propriedade rural de Nerci Fagundes, que aceita o encargo de depositário, conforme declara (doc. 6).

 

                                               Imediatamente, pretende ingressar com Ação de Separação Judicial, mas necessita, por ora, medida preventiva e urgente.

 

 

                                               REQUER, nessas condições,

 

                                               Seja concedida medida liminar de sequestro dos bovinos que se encontram na propriedade rural, entregando-os ao depositário indicado, após a prestação do compromisso legal.

 

                                               Seja citado o réu, para contestar, querendo, a presente ação, sob pena de revelia, e, após, seja acolhido o pedido, em seus termos.

 

                                               Seja, ao final, o requerido condenado nas custas e honorários de advogado.

 

                                               Dá, à causa, o valor de alçada.

 

                                               Nestes Termos

 

                                               Pede Deferimento

 

                                               Itorava, 30 de outubro de 1996